Notícias

Dona de casa entra na Justiça para ter auxílio emergencial de US$ 1 mil citado por Bolsonaro

Uma dona de casa do Rio de Janeiro entrou com uma ação na Justiça pelo auxílio emergencial de US$ 1 mil anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em seu discurso na Organização das Nações Unidas (ONU), na última terça-feira (22).

De acordo com o blog do jornalista Edimilson Ávila, do G1, a dona de casa recorreu à Justiça para receber a diferença do benefício. Ela recebeu quatro parcelas de R$ 600 – chegando, assim, a R$ 2,4 mil.

No entanto, o valor anunciado por Bolsonaro não corresponde ao total disponibilizado pelo governo. Quem recebeu todas as parcelas do programa até agora recebeu, no máximo R$ 4,2 mil – algo em torno de US$ 755 na cotação do dólar deste sábado (26), a R$ 5,56.

As advogadas dela, Leila Loureiro e Noemy Titan, afirmam na petição que o valor total que a cliente deveria ter recebido era de R$ 5.540, se o cálculo for feito a partir dos mil dólares.

“Dados os fatos acima, busca a presente pretensão o pagamento da diferença entre o valor recebido e o valor declarado pelo Presidente, de modo a materializar fielmente o benefício financeiro que foi destinado aos brasileiros, segundo expressamente proclamado pelo Chefe maior do estado”, dizem, segundo o G1.

Além do restante do valor, as advogadas solicitaram dano moral, o que levou a causa a R$ 9.420.

(Correio)

DESTAQUE

CONTADOR DE ACESSOS

contador gratuito de visitas

FACEBOOK

Rádio Santa Cruz FM 87,9

PUBLICIDADE