Notícias

Mulher decepa a própria mão para ganhar seguro de R$ 6 milhões

Uma mulher de 22 anos, identificada como Julija Adlesic, foi condenada a dois anos de prisão após ser acusada de serrar e decepar a própria mão para receber o dinheiro de apólices de seguro, no valor de US$ 1,3 milhão, o equivalente a R$ 6 milhões. A situação aconteceu em 2019, na Eslovênia.

Em 2019, Julija foi levada às pressas para um hospital na cidade de Ljubljana, capital do país, pelo namorado. Segundo a BBC, na unidade de saúde, eles contaram aos médicos que o machucado foi um acidente doméstico – que ela havia cortado a mão enquanto podava uma árvore.

A mulher chegou no hospital sem a mão decepada, no intuito de fazer com que o ferimento fosse considerado permanente. Mas, o membro foi recuperado e recolocado no lugar.

As investigações apontaram que ela e o namorado, que não teve o nome divulgado, fizeram várias apólices de seguro no ano anterior. Além disso, a polícia encontrou pesquisas sobre “mãos protéticas” realizadas por Julija.

Julija negou as acusações às autoridades e até alegou que nenhum jovem gostaria de ficar sem uma mão. Ela foi condenada por tentativa de fraude de seguro.  O namorado foi condenado a três anos de prisão e o pai dela, que também foi considerado cúmplice, a um ano. (Ibahia)

DESTAQUE

CONTADOR DE ACESSOS

contador gratuito de visitas

FACEBOOK

Rádio Santa Cruz FM 87,9

PUBLICIDADE