Notícias

Por uma política sem vírus

Sem dúvidas o lema de todos os políticos no momento deve ser “a união para vencer o coronavírus”. É nesse sentido que tenho me colocado todos os dias.

Sem nenhuma intenção em desmerecer ninguém, na condição de representante do povo tenho obrigação de participar desse debate e dizer a verdade a população.

Em primeiro lugar, a chamada suplementação orçamentária não é dinheiro novo, não é um empréstimo, não é um novo recurso financeiro. Na lei a suplementação orçamentária quer dizer sobre a possibilidade/autorização do gestor remanejar, mexer, tira de um lugar e colocar em outro lugar os valores que já existem, não é um dinheiro novo, não é um valor a mais que vai entrar nos cofres públicos.

Em poucas palavras é como se em nossa casa tivesse orçamento previsto de gastar de R$ 300 reais para almoçar no trabalho por mês e agora pela necessidade de ficar em casa por causa do coranavírus esse valor precisa ser colocado nas compras do mês para fazer mercado. Sem a suplementação orçamentária a pessoa não pode fazer isso. Se tiver apenas 10% de suplementação desse valor por mês, a pessoa só poderá utilizar R$ 30 reais para fazer o mercado a cada mês, e não pode mexer nos outros R$ 270, porque não tem autorização/suplementação orçamentária, mesmo o dinheiro estando na conta não pode gastar.

O orçamento público é uma previsão dos valores que serão recebidos mês a mês pela prefeitura. Ou seja, durante um ano de 2020 se tem uma previsão para os 12 meses. A previsão de Cruz das Almas, antes do coronavírus, era que no final do ano arrecadasse R$ 160 milhões aproximadamente, valor que sofrerá queda, a economia mundial em geral terá grandes perdas.

Infelizmente estão dizendo por aí que deram 10% de suplementação ao prefeito, em valores reais algo próximo a R$ 16 milhões. Como já vimos não é um dinheiro novo, não é algo que estar na conta, os valores chegam mês a mês, sendo assim, dividindo por 12 meses seria algo em torno de R$ 1 milhão e 300mil por mês.

Se tudo acontecesse sem nenhuma alteração a cada mês o prefeito terá a possibilidade de remanejar, mexer, tirar de um lugar e colocar em outro o valor aproximando de R$1 milhão e 300 milhão por mês.

É UM BOM VALOR PARA SER GASTO NA SAÚDE, TENHO CERTEZA QUE O PREFEITO TERÁ AINDA MAIS SABEDORIA PARA FAZER O MELHOR PELA CIDADE. MAS QUEM ESTAR FALANDO QUE DEU R$ 16 MILHÕES DE UM NOVO RECURSO AO PREFEITO, ESTAR FALTANDO COM A VERDADE OU NÃO TEM CONHECIMENTO SOBRE O ASSUNTO E QUER APENAS FAZER POLITICAGEM PARA AGRADAR ALGUNS.

Vale lembrar que em tempos normais, sem coronavírus, esses mesmos participantes do grupo político de oposição atual deram ao gestor passado 80% de suplementação orçamentária. O prefeito Orlandinho estava com zero por cento de suplementação, o primeiro pedido do prefeito foi de 60%, deram zero, agora o segundo pedido foi de 30% por conta do coronavírus deram 10%, ou daria zero novamente, tudo no sentido de travar a administração, de prejudicar. Os 10% que é algo muito longe da condição que um gestor precisa para trabalhar por uma cidade, mas é melhor do que zero, por isso aceitamos.

Lamentavelmente alguns vereadores se aproveitam da câmara para prejudicar o andamento da gestão atual, pensando na política de forma baixa, pensando em fazer palanque para campanha política, conservando o vírus ruim da velha política.

Com fé em Deus vamos superar esse momento difícil de coronavírus e seguir em frente junto com o povo, com ou sem suplementação orçamentária faremos o melhor para população.

Abraços, Thiago Chagas

DESTAQUE

CONTADOR DE ACESSOS

contador gratuito de visitas

FACEBOOK

Rádio Santa Cruz FM 87,9

PUBLICIDADE