MURAL DE NOTÍCIAS

Diretor de futebol projeta Vitória mais forte a nível regional em 2024: “Time competitivo para brigar”

A última vez que o Vitória conquistou um estadual foi em 2017. Desde então, o Rubro-Negro foi finalista na edição seguinte e passou cinco anos seguidos sem classificar para a segunda fase do Campeonato Baiano. Agora, embalado pela conquista da Série B e cheio de expectativas na volta à Primeira Divisão do ano que vem, o Leão tem como obrigação brigar por títulos nas competições regionais, ao menos é o que projetou o diretor de futebol Ítalo Rodrigues, em entrevista à TV Bahia.

  • A responsabilidade que é o ano que vem, e não passa nem na nossa cabeça disputar o Baiano e não classificar para as finais, e como é que um clube como o Vitória vai disputar o Baiano e não pensar em título? A gente não está aqui prometendo nada, mas a gente quer fazer um time competitivo, que tenha condição de chegar nas competições para brigar por título, sem sombra de dúvida – disse o executivo do futebol vermelho e preto.

A estreia do Vitória em 2024 será contra o Jacuipense, no dia 17 de janeiro, às 19h15 (de Brasília), em duelo fora de casa e válido justamente pelo Campeonato Baiano.

Vale lembrar que o Leão também disputará a Copa do Nordeste, torneio regional mais importante para as pretensões rubro-negras.

Em 2024, o tetracampeão regional tentará acabar com um jejum de 14 anos sem levantar a taça da “Lampions”. Desde então, foi apenas semifinalista em 2015, 2017 e 2021.

Busca por títulos

A conquista da Série B 2023 é a mais importante da história do Vitória, mas a única nesta década. Acostumado a empilhar títulos estaduais e regionais a partir dos anos 90, o time baiano levantou outras 20 taças de 1992 a 2017. Depois, passou cinco temporadas sem saber o que é o primeiro lugar.

Títulos do Vitória a partir da década de 90:

  • Série B: 2023;
  • Copa do Nordeste: 1997, 1999, 2003 e 2010;
  • Campeonato Baiano: 1992, 1995, 1996, 1997, 1999, 2000, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2009, 2010, 2013, 2016 e 2017;

Agora, embalado com a volta para a Série A, o Vitória pode ter um orçamento de R$ 218 milhões para 2024, que precisa ser aprovado em votação programada para 18 de dezembro. Esse foi um dos assuntos citados pelo executivo de futebol do Rubro-Negro, Ítalo Rodrigues, que aguarda a aprovação para poder confirmar reforços.

  • O que a gente está fazendo, infelizmente, é simplesmente monitorar o mercado e abrir sondagens. A gente não fechou com ninguém, não está efetivando nenhuma contratação, porque o Vitória tem reunião de Conselho para definir o orçamento

Avançar na Copa do Brasil

O título na Série B trouxe, ainda, uma vaga direta na terceira fase da Copa do Brasil do ano que vem. Presente em 34 das 35 edições (só não esteve em 1992), o Vitória está entre os recordistas de participações na Copa do Brasil. Apenas o Atlético-MG teve presença tão assídua quanto a do Leão.

Mas como entrará numa fase mais complicada do mata-mata nacional, o Vitória não tem meta definida, apesar de querer avançar o máximo possível, de acordo com o diretor de futebol Ítalo Rodrigues, que, inclusive, criticou o regulamento do torneio.

  • A gente já entra na terceira fase, então, assim, inclusive, sempre faço o mesmo apelo, que acho uma baita injustiça. Você entra ali, nas oitavas, fases finais, não sei se é o caso do Vitória. Não sei se o Vitória estará no pote de quem vem da Libertadores ou o contrário. Quando você inicia o ano na Copa do Brasil e chega nas fases finais, você tem os times da Libertadores de um lado e os outros, que estiveram na Copa do Brasil desde o início, do outro. E um joga contra o outro. Nesse primeiro momento não tem time da Libertadores contra time da Libertadores. Curiosidade que entendo como produto, é válido, para quem vai assistir. Quanto mais jogos de clubes grandes e times competitivos tiver, para o produto, a competição, melhor, mas, obviamente, nosso intuito é avançar o máximo possível, apesar de entrar numa fase mais difícil.

“Obviamente, nosso intuito é avançar o máximo possível, apesar de entrar numa fase mais difícil”, disse Ítalo Rodrigues.

Em relação à Série A do Campeonato Brasileiro, o próprio presidente Fábio Mota deixou claro que o planejamento é formar um time forte para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana de 2025.

  • Pretendemos ter time muito competitivo que vai disputar Baiano e Nordeste para ser campeão. Mas nosso objetivo é classificar, pelo menos Sul-Americana – afirmou o dirigente.

Desejos do Vitória para 2024:

  • Campeonato Baiano: brigar por título;
  • Copa do Nordeste: brigar por título;
  • Copa do Brasil: passar de fase o máximo que conseguir;
  • Campeonato Brasileiro: garantir vaga na Sul-Americana.

(Ge Bahia)

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *