MURAL DE NOTÍCIAS

‘Pode matar pernilongo’, diz Luísa Mell ao defender Wanessa Camargo no BBB 24

Luísa Mell usou as redes sociais nesta quinta-feira (11) para defender Wanessa Camargo sobre a polêmica de ser vegana e ter matado um mosquito no BBB 24. A cantora chegou a ser repreendida por Yasmin Brunet após não resistir e usar uma das mãos para golpear o inseto diante das câmeras.

“Não, vegana, vegana”, alertou a filha de Luiza Brunet e aí Wanessa disparou: “Mas com o mosquito que está me picando eu não sou vegana, não”.

“Vegano mata ou não mata inseto? Se você está neste país, de alguma maneira, você está acompanhando o Big Brother Brasil 24 e sabe que lá está Wanessa Camargo. A nossa cantora famosa, querida e agora vegana e isso [a exposição de Wanessa] tem levado o veganismo a discussões em todos os locais, inclusive, até pessoas que nunca ouviram falar sobre o tema”, começou a ativista.

Mell explicou primeiro o que é veganismo: “É uma filosofia de vida que busca, na medida do possível e praticável, excluir qualquer tipo de crueldade e exploração dos animais na alimentação ou vestuário”, disse. “Os insetos, na verdade, causam um pouco mais de polêmica. Por exemplo, pernilongo. Sim, eu confesso que também mato pernilongo. Como eu disse para vocês é na medida do possível”, reforçou.

Ela salientou que uma pessoa não deve arriscar sua vida por conta de um inseto com o intuito de provar que é vegana: “Se estou em uma casa no meio da mata e tem uma aranha, um aracnídeos perigoso, não faço questão de matar. Tento pegá-la e devolver para a vegetação, a floresta”.

Luísa conclui que é preciso respeitar os insetos. “Acho que a gente também invade o local dos animais. Se o animal não está colocando em risco a mim e a minha comunidade, eu acho que ele tem todo o direito de viver. Por exemplo, as abelhas, elas são mais importantes para a vida na Terra do que a gente. Então a gente tem que viver em harmonia”, ensinou.

[Veja vídeo]

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *