MURAL DE NOTÍCIAS

PF faz operação contra fraudes contra Caixa Econômica Federal, Previdência Social e outras instituições bancárias na BA; prejuízo ultrapassou R$ 1 milhão

A Polícia Federal cumpre dois mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão, em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, na manhã desta terça-feira (28), durante a Operação Fake Front, que investiga fraudes cometidas contra a Caixa Econômica Federal, Previdência Social e outras instituições bancárias. O prejuízo identificado ultrapassa R$ 1 milhão para as instituições bancárias envolvidas.

Segundo informações da PF, a investigação detectou que foram abertas 19 contas bancárias em agências da Caixa Econômica Federal de Feira de Santana e Brasília, com a utilização de documentos falsos, com o objetivo de obter recursos através de empréstimos fraudulentos.

De acordo com a Polícia Federal, apurou-se, até agora, que os fraudadores faziam diversos empréstimos através das contas bancárias fraudadas.

Com os recursos do golpe, os fraudadores compravam produtos no comércio de Feira de Santana, sendo grande parte gasta em agências de turismo e casas de material de construção.

A Polícia Federal passou a seguir o destino dado ao dinheiro que entrava nas contas bancárias abertas com documentos falsos e identificou parte do grupo beneficiado com as fraudes.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 1ª Vara Federal da Seção Judiciária de Feira de Santana. Os investigados vão responder pelos crimes de associação criminosa e estelionato.

A PF informou que o nome da operação se deve à prática adotada pelos fraudadores de adulteração de dados constantes da parte da frente das carteiras de identidade usadas para abertura das contas bancárias, onde eram inseridas a fotografia e impressão digital de integrantes do grupo criminoso, mantendo no verso os dados verdadeiros dos documentos de identificação.

(G1)

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *