Cultura

Em 30 de novembro de 1982, Michael Jackson lançava o álbum Thriller

Thriller foi lançado em 30 de novembro de 1982, através da Epic Records, nos Estados Unidos, e é citado até hoje como um dos melhores discos de todos os tempos.

Em dois meses de lançamento, chegou ao topo da parada americana e recebeu o prêmio de melhor do ano. Foi o álbum mais vendido no mundo: cerca de 65 milhões de cópias. Sucesso de público e de mídia, ganhou oito Grammys.

Na tradução, Thriller significa terror. A música diz: “Isto é terror / noite de terror / e ninguém vai te salvar”. O sucesso de Thriller se explica pela atuação do astro Michael Jackson, e também a superprodução de clipes, explorando gêneros musicais como pop, pop rock, rock, funk, soul, rhythm and blues e dance pop.

Um dos primeiros a usar vídeos para divulgação do trabalho, Thriller foi considerado revolucionário e forçou a MTV a quebrar sua política de não exibir artistas negros em sua programação. A partir deste clipe, mudaram a maneira de pensar, produzir e vender discos – forma que é utilizada ainda como mola mestra dos lançamentos atuais.

O álbum custou US$ 750 mil e foi financiado totalmente pelo produtor Quincy Jones. Michael Jackson compôs e coproduziu quatro das nove faixas do disco. Cinco músicas foram classificadas no topo das dez melhores nos Estados Unidos.

Em 2001, Thriller foi relançado com a música Someone in the Dark, contida na trilha sonora do filme E.T. O disco foi novamente relançado em 2008, intitulado Thriller 25, com duas novas capas, remixes com artistas contemporâneos, uma canção inédita e um DVD que inclui curtas-metragens do álbum e apresentação de Billie Jean.

Com Thriller, Michael Jackson tornou-se o maior ídolo do planeta e, após sua morte, em 25 de junho de 2009, em Los Angeles, na Califórnia, as músicas do álbum voltaram ocupar o topo das paradas musicais.

História Hoje 

Redação e apresentação: Carmem Lúcia

Sonoplastia: Messias Melo

DESTAQUE

CONTADOR DE ACESSOS

contador gratuito de visitas

FACEBOOK

PUBLICIDADE